Om

Que possamos manter Sagrado o Yoga
Que possamos desenvolver nossos espíritos
Que muitos conheçam e pratiquem o Yoga
Que possamos mudar o mundo
Através de boas ações
De um grandioso coração
E da Alma Divina que habita em tudo!

Espero que o conteúdo deste espaço possa lhe inspirar.

Namaskar!

Textos Publicados

Textos Publicados

domingo, 6 de dezembro de 2009

Mandalas de Areia

Domingo, 22 de novembro de 2009.

Mandalas de Areia

Existe uma prática budista que consiste na construção de sofisticadas mandalas de areia colorida. O trabalho leva meses e é extremamente sofisticado e árduo. Os desenhos são super detalhados e a mandala depois de preparada fica exposta para que os moradores da região possam apreciá-la. Depois de um determinado tempo a mandala é desfeita com pequenas vassourinhas. Toda a areia é então lançada no rio. Tudo passando por um ritual sagrado.

Esta prática visa trabalhar o desapego e o princípio da impermanência.

Na minha vida
Mandalas de areia
Tudo é impermanente.

Mas existe algo
Imutável
Onde me recolho
Após as quedas.

Ao sair do centro
Voltar para o centro.

Quanto mais perto do centro
Quanto mais pra dentro
Mais perto de todas as coisas.

Namaskar!

Mahavir Thury

Satsamgha

Segunda-feira, 16 de novembro de 2009.

Satsamgha

Meus alunos sabem como dou importância a Satsamgha. Estar em boa companhia com objetivo de praticar e criar uma vibração espiritual coletiva.

Nas suas diferentes formas, começando pelas salas de yoga, onde existe uma base espiritual, até a sua manifestação máxima que são os retiros de yoga.

A sensação que tenho ao voltar de um retiro, seja organizando-o ou participando dele, é que avanço anos e anos de prática. A onda coletiva nos faz alcançar dimensões e experiências muito profundas.

Por isso, nunca perca uma chance de Satsamgha!

Namaskar!

Mahavir Thury

Sutra do Coração

Quarta-feira, 4 de novembro de 2009.

Sutra do Coração

Um dos versos do Sutra do Coração, um texto budista muito importante, diz assim:

“A forma é vazia
O vazio é a forma.”

No caminho, assim como desde a formação deste Universo, todas as entidades estão sobre a ação de duas forças: Vidya e Avidya.

Avidya é uma força centrífuga, para fora do núcleo. Esta força está presente desde o início da criação e existe ainda hoje a sustentando. Outro nome para Avidya é Maya.

Vidya é uma força centrípeta, na direção do núcleo do Universo. Esta força passa a dominar sobre Avidya após a formação do Universo.

Bom. Pra que isto tudo? Nossa mente o tempo todo está sobre a ação destas duas forças. O yoga tem como objetivo controlar Avidya e despertar, fortalecer, Vidya. O caminho da evolução de todos os seres é guiado por esta força centrípeta, na direção do núcleo do Universo.

Quantas vezes nos deparamos com pessoas muito atraentes, ou caminhos muito atraentes e sedutores, e depois caímos de cara no chão e percebemos que fomos fisgados como um peixe pelo anzol. O tempo todo, no caminho, seja para iniciantes ou grandes mestres, a mente está sendo colocada à prova: para dentro ou para fora? Para fora ou na direção do núcleo?

Por isso, no caminho, a mente analítica que desenvolve discernimento (viveka) é fundamental. A mente, trabalhado com viveka, fica forte e afiada como uma espada samurai! Que tipo de análise é importante? Aquela que qualifica aquilo que te leva para dentro, para a essência das coisas, e aquilo que só te distrai e que é vazio!

Por isso, uma das qualidades adquiridas ao longo do caminho é a abertura da visão da verdade. A partir daí, o que antes era belo e atraente, perde a beleza e a importância. E muitas coisas que eram consideradas como desprezíveis tornam-se profundamente belas!

Asato Ma Sad Gamaya
Que eu caminhe do Ilusório para o Real

Namaskar!

Mahavir Thury

Respirar

Quarta-feira, 28 de outubro de 2009.

Respirar

Observe o poder que existe na sua respiração. Traga consciência a este ato que realizamos desde o início das nossas vidas. Procure observá-lo plenamente e nesta simples observação sinta a nova dimensão que se abre neste ato simples de inspirar e expirar.

A partir da observação, sem forçar, procure estabelecer um ritmo longo e delicado. Ao tornar a respiração delicada e sutil, a mente a acompanha e fica bem tranqüila e profunda.

Com o tempo ao perceber a importância da respiração dentro da sua prática você pode realizar que respirar é um ato Sagrado.

Traga o poder da respiração consciente para todos os momentos da sua vida. Quando a mente está confusa, quando estamos cansados ou pensamentos ruins surgem, respire profundamente, expire longamente e realize o seu yoga em qualquer momento. Yoga em todo momento!

Paz

Paz é felicidade.

A paz vem com a prática...

Namaskar!

Mahavir

Mahaprayam

Quarta-feira, 21 de outubro de 2009.

Mahaprayam

Saudações e prostrações aos pés de lótus do Divino Guru!

Nesta data no ano de 1990, meu Guru, Shrii Shrii Anandamurti, partiu deste plano. O nome dado a este dia é Mahaprayam, a grande despedida. Eu fui sentir e emoção da sua partida alguns meses depois no Retiro Global de Ananda Marga em fevereiro de 1991. Lá eu vi a manifestação de profunda devoção por este grande mestre espiritual. Monges e monjas choravam ao relembrar momentos da vida Dele. Monges antigos, com barba branca e longa, choravam como crianças desamparadas.

Foi num destes momentos que fui arrebatado por tamanha vibração que caí em lágrimas por um longo período. Meu choro era um choro libertador. Até então nunca tinha tido uma experiência positiva ao derramar lágrimas. Era como estar afastado, por muito, muito tempo, sem saber, e enfim ter encontrado o caminho. Algo vibracional que não dá para explicar. É como sua alma estar tocando num campo vibracional tão sutil e doce que todo seu ser se desfaz em estado de felicidade e purificação.

Pensar nos grandes mestres, reverenciar os grandes mestres é elevar a mente a dimensões profundas rapidamente.

Mantra Mulam Guro Vakyam
Dhyana Mulam Guromurtim
Puja Mulam Guro Padam
Moksha Mulam Guro Krpa

A essência do mantra é a voz do Guru
A essência da meditação é a forma do Guru
A essência da oferenda são os pés do Guru
A essência da libertação é a Graça do Guru

Om Madhu...Doce...

Namaskar!

Mahavir Thury

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu
Que todos os seres em todos os lugares sejam felizes

O que é Yoga?

Yoga é uma prática milenar que envolve inúmeras disciplinas,
dentre elas a prática dos ásanas, as posturas de yoga. Os ásanas fazem parte do
Hatha Yoga que é a forma do yoga mais conhecida no Ocidente. Além do Hatha Yoga
encontramos outras práticas como a meditação, o kirtan (canto de mantras), o estudo da filosofia e dos textos sagrados,
as práticas de purificação, a conduta yogue...

A meditação é a alma do yoga. Tudo que existe no yoga é para
aperfeiçoar a prática meditativa. É através da meditação que os yogues realizam
o significado mais profundo do termo Yoga:

“Samyoga Yoga Itiyukto Jivatma Paramatmanah”

Yoga é o estado de união da alma unitária com a Alma
Suprema, com Deus.

Yoga Samgha

Samgha significa associação. Quando yogues se reúnem para praticar juntos temos uma Samgha. Hoje, mais do que nunca precisamos de uma Samgha para praticar. A força que é gerada por esta associação faz com que nossas práticas se tornem cada vez mais fortes e profundas. Umas das orientações de grandes mestres do yoga é a importância de satsamgha, boa companhia. A boa companhia torna nosso caminho mais fácil.

Orientações para a Prática do Yoga

• Traga sempre uma pequena toalha para a prática.
• Procure praticar com roupas mais justas. O ideal é praticar com o joelho de fora e camiseta sem manga.
• Respeite o espaço físico e psíquico do yogue ao seu lado.
• Praticar de barriga vazia
• Não beber água durante a prática.
• Evite tomar banho, beber ou comer logo após praticar. Deixe um intervalo de 20 a 30 minutos.
• Atenção durante a prática, siga as orientações do professor.
• Se surgir cansaço pare. Não seja agressivo com seu corpo.
• Durante o período menstrual pratique de forma mais suave. Nestes dias não deve se praticar os ásanas de inversão (Sarvangásana, shirshásana...) .
• Evite sair mais cedo. Caso seja necessário sair anteS do início do relaxamento do grupo. Ao sair avisar o professor.
• Estar sempre vazio.Tenha sempre uma postura humilde junto ao seu professor. Nunca traga à mente a idéia que já tem plena compreensão do que está sendo ensinado. Até mesmo informações que já foram ouvidas inúmeras vezes.
• Qualquer sinal de desconforto durante a prática informe ao seu professor.

Seguidores