Om

Que possamos manter Sagrado o Yoga
Que possamos desenvolver nossos espíritos
Que muitos conheçam e pratiquem o Yoga
Que possamos mudar o mundo
Através de boas ações
De um grandioso coração
E da Alma Divina que habita em tudo!

Espero que o conteúdo deste espaço possa lhe inspirar.

Namaskar!

Textos Publicados

Textos Publicados

domingo, 31 de janeiro de 2010

Olhos de Tigre

Quarta-feira, 27 de janeiro de 2010.

Olhos de Tigre

Uma qualidade essencial num yogue é o espírito guerreiro. No caminho o yogue passa por inúmeras provas e nelas a sua resistência, determinação e vontade são testadas. Por isso o espírito de luta é muito importante no caminho.

Quem gostou da série de filmes “Rocky” lembra da história de um lutador de boxe que saiu do nada para ser um grande campeão. No segundo episódio do filme, mostra a queda do lutador quando começa a se acomodar com inúmeros luxos e facilidades e a partir daí começa a perder e ficar fraco, sem garra. Seu treinador percebendo o que havia acontecido lhe falou: “Você perdeu os olhos de tigre!” A partir daí decidem voltar a treinar num centro de boxe sem nenhum conforto. O lugar era escuro, mal cheiroso e cheio de lutadores com olhos de tigre. A partir daí Rocky resgata a sua essência de guerreiro e se torna um campeão novamente.

Existe um princípio muito conhecido nas artes marciais japonesas que diz assim: “Sofrer no Dojo (local de treinamento), para não sofrer no campo de batalha.”

A prática e a disciplina do yoga, inspirados no princípio de Tapas, fortalecem corpo, mente e espírito do yogue, tornando-os aptos a serem vencedores na vida. Dureza e doçura combinadas. Compaixão e severidade.

Meu mestre de arte marcial uma vez escreveu: “Se você é delicado como um vaso precioso seu lugar é na prateleira e não na vida!”

Sem olhos de tigre não há chance de vitória! Yoga é sadhana. Esforço!

“Os amantes da paz não devem se afastar da luta.”

Shrii Shrii Anandamurti

Namaskar!

Mahavir Thury

Interdependência

Quarta-feira, 13 de janeiro de 2010.

Interdependência

Meu Guru falava que deveríamos lutar contra nossos complexos. Ele dizia que tanto o complexo de superioridade quanto o de inferioridade são extremamente prejudiciais à mente.

Observo que os dois tipos de complexos caminham juntos. Quem alimenta complexo de superioridade certamente passará por situações onde sentirá um complexo de inferioridade. É natural que isto aconteça.

Existe uma prática budista que exercita a meditação no princípio da interdependência. Este princípio é muito bom para nos livrarmos dos complexos. Principalmente dos de superioridade. A idéia de que o que sou hoje é em função de inúmeras outras pessoas e seres. Agradeço a todos eles e não me coloco acima de ninguém. A vida que levo é sustentada pelo lixeiro que leva meu lixo e limpa minhas ruas. O que sei foi ensinado pelos meus pais, professores e companheiros. A comida que vai para minha mesa é produzida com dificuldade por inúmeras pessoas que vivem no campo e trabalham arduamente. E por aí vai.

Basta retirar um pedaço desta cadeia de trabalhadores que sustentam a nossa existência para percebermos como dependemos deles.

Este é um exercício fantástico. Medite na interdependência e agradeça a todas as pessoas que lhe servem. Perceba a importância de todos os seres, mesmo aqueles que não lhe servem diretamente.

“ Dan, você não pode ser melhor que ninguém...
porque você não pode ser pior que ninguém.”

Soc, no filme “Peaceful Warrior”

Namaskar!

Mahavir Thury

Remédio pro coração

Quarta-feira, 6 de janeiro de 2010.

Remédio pro coração

Junto com os votos de ano novo um aluno me mandou uma oração budista muito simples e ao mesmo tempo poderosa e preciosa. Se repeti-la, alcançando o espírito dela, com certeza ganhará uma enorme força e abertura no coração. Amar aqueles que não nos darão nada em troca, nos dá a liberdade de amar todas as coisas. Este tipo de amor leva à libertação. Este tipo de amor trás paz...

"Que todos os seres tenham a felicidade e as causas da felicidade .
Que todos os seres fiquem livres do sofrimento e suas causas .Que todos os seres nunca se separem da felicidade suprema e fiquem livres da dor.
Que todos os seres permaneçam em equanimidade, livres de apego e do ódio."

Obrigado Luis.

Namaskar!

Mahavir Thury

Feliz 2010

Quarta-feira, 30 de dezembro de 2009.

Feliz 2010

No ano de 1997 a Y0ga Journal americana tinha como matéria de capa a experiência transformadora de uma escritora americana. Na capa vinha escrito o título da matéria que era o mesmo nome do livro desta autora:

“Viver Simples num Mundo Complexo.”

Noto que o grande desafio dos tempos atuais é este. Num mundo complexo, cheio de informação e tecnologia, cheio de falsas necessidades, criadas todos os dias, nos perdemos num estado de profunda agitação. Muitas necessidades e com elas todas as condições para mantê-las. Tudo tem um preço!

Por isso, mais importante do que qualquer coisa ou meta que você tenha para o ano novo, construa sua vida a partir daquilo que é realmente importante para você. Construa seu ano a partir de uma mente tranqüila, sustentado naquilo que é a base de toda a felicidade: a paz.

No yoga, paz é felicidade. Felicidade é paz. Swami Vishnu-Devananda dizia: “Saúde é riqueza. Paz na mente é felicidade. O yoga mostra o caminho.”

Como alcançar paz na mente?

Conhecer a mente, e através da prática, meditação, ásanas, conduta, dieta física e mental, dominar e sublimar, ultrapassar a mente.

Pratique o contentamento, o estar feliz com menos. Esteja sempre presente em tudo que faz. Procure amar cada momento e cada pessoa que apareça na sua frente. Não é fácil mas é possível. Pratique!

Desejo um feliz ano novo!

Namaskar!!!

Mahavir Thury

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu
Que todos os seres em todos os lugares sejam felizes

O que é Yoga?

Yoga é uma prática milenar que envolve inúmeras disciplinas,
dentre elas a prática dos ásanas, as posturas de yoga. Os ásanas fazem parte do
Hatha Yoga que é a forma do yoga mais conhecida no Ocidente. Além do Hatha Yoga
encontramos outras práticas como a meditação, o kirtan (canto de mantras), o estudo da filosofia e dos textos sagrados,
as práticas de purificação, a conduta yogue...

A meditação é a alma do yoga. Tudo que existe no yoga é para
aperfeiçoar a prática meditativa. É através da meditação que os yogues realizam
o significado mais profundo do termo Yoga:

“Samyoga Yoga Itiyukto Jivatma Paramatmanah”

Yoga é o estado de união da alma unitária com a Alma
Suprema, com Deus.

Yoga Samgha

Samgha significa associação. Quando yogues se reúnem para praticar juntos temos uma Samgha. Hoje, mais do que nunca precisamos de uma Samgha para praticar. A força que é gerada por esta associação faz com que nossas práticas se tornem cada vez mais fortes e profundas. Umas das orientações de grandes mestres do yoga é a importância de satsamgha, boa companhia. A boa companhia torna nosso caminho mais fácil.

Orientações para a Prática do Yoga

• Traga sempre uma pequena toalha para a prática.
• Procure praticar com roupas mais justas. O ideal é praticar com o joelho de fora e camiseta sem manga.
• Respeite o espaço físico e psíquico do yogue ao seu lado.
• Praticar de barriga vazia
• Não beber água durante a prática.
• Evite tomar banho, beber ou comer logo após praticar. Deixe um intervalo de 20 a 30 minutos.
• Atenção durante a prática, siga as orientações do professor.
• Se surgir cansaço pare. Não seja agressivo com seu corpo.
• Durante o período menstrual pratique de forma mais suave. Nestes dias não deve se praticar os ásanas de inversão (Sarvangásana, shirshásana...) .
• Evite sair mais cedo. Caso seja necessário sair anteS do início do relaxamento do grupo. Ao sair avisar o professor.
• Estar sempre vazio.Tenha sempre uma postura humilde junto ao seu professor. Nunca traga à mente a idéia que já tem plena compreensão do que está sendo ensinado. Até mesmo informações que já foram ouvidas inúmeras vezes.
• Qualquer sinal de desconforto durante a prática informe ao seu professor.

Seguidores