Om

Que possamos manter Sagrado o Yoga
Que possamos desenvolver nossos espíritos
Que muitos conheçam e pratiquem o Yoga
Que possamos mudar o mundo
Através de boas ações
De um grandioso coração
E da Alma Divina que habita em tudo!

Espero que o conteúdo deste espaço possa lhe inspirar.

Namaskar!

Textos Publicados

Textos Publicados

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Mimados

Sábado, 12 de fevereiro de 2011.

Mimados

Uma das formas que o Senhor castiga uma alma é mimando-a. Ser mimado por alguém ou pela vida não é sinal de bom karma. O mimo mata o espírito. As facilidades corrompem e envenenam corpo, mente e espírito. Ao ser mimado o Ego é fortalecido até ficar duro que nem pedra! E quem é sábio já concluiu categoricamente que todo o sofrimento vem daí. E uma pessoa assim é insuportável! As pessoas não conseguem conviver com ela nem ela com as pessoas.

A psicologia ocidental que me desculpe, mas tem horas que penso: “Nesse caso o melhor seria o método dos mestres indianos: Vara de bambu!” Sem muito blá blá blá e direto ao ponto. Resolve!!! Funciona!!!

Por isso, que acho tão eficiente, em alguns casos a prática marcial. A foto que coloquei acima é de uma luta de Kendo. Depois que você leva uma porrada com uma espada daquela na cabeça você fica humilde na hora... pianinho...

Outra reflexão sobre arte marcial é sobre a canalização da raiva. Existem casos, que existe tanta raiva armazenada na mente e no corpo do aluno que só yoga não vai ser suficiente. É preciso primeiro descarregar aquela raiva. Pra isso uns berros de karate ajudam muito. Uns chutes e socos no saco de bater ajudam muito! Usamos em sala a técnica yogue do SOPRO HÁ que teria o efeito semelhante.

Depois é necessário investigar a origem daquela raiva. Pra isso um pouquinho de terapia pode ser muito bom.

Recebendo uma cacetada do seu mestre, ou de um adversário, na verdade, cedo ou tarde, a vida aplica a sua vara de bambu. Ela começa com a vara de bambu. Depois vem de madeira.. Depois de metal.. por último..por isso, não façamos muita besteira nessa existência..vem a espada samurai..Ali as cabeças rolam e não tem mais volta!

É o Senhor Shiva com sua consorte Kali transformando e purificando tudo com sangue e fogo!

Por que os mestres usam isso? Por que os mestres usam a vara de bambu? É melhor tomar a vara do seu mestre do que sofrer muito, por muito tempo na vida.Por isso...educar é amar.

"Sofrer no treinamento para não sofrer na batalha!"

Ofereço este texto, com todo o meu coração, aos meus mestres samurais: Sensei Jorge Kishikawa e meu professor Senpai Wenzel Böhm. A minha experiência inesquecível no Instituto Niten. Muito obrigado!

Namaskar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu

Lokah Samastha Sukhino Bhavantu
Que todos os seres em todos os lugares sejam felizes

O que é Yoga?

Yoga é uma prática milenar que envolve inúmeras disciplinas,
dentre elas a prática dos ásanas, as posturas de yoga. Os ásanas fazem parte do
Hatha Yoga que é a forma do yoga mais conhecida no Ocidente. Além do Hatha Yoga
encontramos outras práticas como a meditação, o kirtan (canto de mantras), o estudo da filosofia e dos textos sagrados,
as práticas de purificação, a conduta yogue...

A meditação é a alma do yoga. Tudo que existe no yoga é para
aperfeiçoar a prática meditativa. É através da meditação que os yogues realizam
o significado mais profundo do termo Yoga:

“Samyoga Yoga Itiyukto Jivatma Paramatmanah”

Yoga é o estado de união da alma unitária com a Alma
Suprema, com Deus.

Yoga Samgha

Samgha significa associação. Quando yogues se reúnem para praticar juntos temos uma Samgha. Hoje, mais do que nunca precisamos de uma Samgha para praticar. A força que é gerada por esta associação faz com que nossas práticas se tornem cada vez mais fortes e profundas. Umas das orientações de grandes mestres do yoga é a importância de satsamgha, boa companhia. A boa companhia torna nosso caminho mais fácil.

Orientações para a Prática do Yoga

• Traga sempre uma pequena toalha para a prática.
• Procure praticar com roupas mais justas. O ideal é praticar com o joelho de fora e camiseta sem manga.
• Respeite o espaço físico e psíquico do yogue ao seu lado.
• Praticar de barriga vazia
• Não beber água durante a prática.
• Evite tomar banho, beber ou comer logo após praticar. Deixe um intervalo de 20 a 30 minutos.
• Atenção durante a prática, siga as orientações do professor.
• Se surgir cansaço pare. Não seja agressivo com seu corpo.
• Durante o período menstrual pratique de forma mais suave. Nestes dias não deve se praticar os ásanas de inversão (Sarvangásana, shirshásana...) .
• Evite sair mais cedo. Caso seja necessário sair anteS do início do relaxamento do grupo. Ao sair avisar o professor.
• Estar sempre vazio.Tenha sempre uma postura humilde junto ao seu professor. Nunca traga à mente a idéia que já tem plena compreensão do que está sendo ensinado. Até mesmo informações que já foram ouvidas inúmeras vezes.
• Qualquer sinal de desconforto durante a prática informe ao seu professor.

Seguidores